Order now
(11) 2038-1622 | (11) 99105-2426 contato@dmaisveganfood.com.br
Gravidez vegana? Dicas e o que você precisa saber

Gravidez vegana? Dicas e o que você precisa saber

Será que uma gravidez vegana é mais arriscada que a gravidez de uma mãe onívora? Vamos descobrir!

O mal do século é a falta de informação. Ou, melhor dizendo, a informação equivocada que se espalha com facilidade no meio digital. Esses boatos e mitos recaem, muitas vezes, sob o veganismo – ainda mais quando falamos em grupos como crianças, idosos e gestantes, que são o tema deste post.

Mas adiantamos: é possível, sim, ter uma gravidez vegana saudável. Ao contrário do que muitos médicos dizem, não, a mulher não precisa comer carne. O que ela precisa é de uma equipe preparada e atualizada!

Vai faltar nutriente?

As necessidades de proteínas, carboidrato, lipídio, ferro, ácido fólico, cálcio e outros nutrientes são as mesmas para todas as gestantes, variando por trimestre e particularidades individuais. O que muda em uma gravidez vegana são as formas de atingir essas recomendações, que não serão por meio de alimentos de origem animal.

Não é que uma gestante vegana precisa de mais ômega-3. Todas precisam.

Uma gravidez vegana também não é uma gravidez de risco. A não ser, é claro, que a mulher se encaixe nessa especificação, apresentando condições, como, por exemplo, pressão alta. Fora isso, pode ficar tranquila.

E a vitamina B12?

Nossa queridinha, que sempre aparece quando o assunto é veganismo. A conduta, em uma gravidez vegana, é a mesma: suplementar de acordo com análise de exames laboratoriais.

Essa vitamina é de extrema importância para o desenvolvimento neurológico dos bebês e não são só as vegetarianas ou veganas que estão susceptíveis a apresentar carência. A absorção dessa vitamina depende de uma série de fatores, por isso, é muito comum ver onívoros com deficiência. Fique de olho!

Preciso de acompanhamento nutricional?

Todas as gestantes precisariam, veganas ou não. A nutrição tem um fator fundamental na garantia de uma gestão saudável e tranquila. Você pode, inclusive, fazer uma consulta antes mesmo de engravidar para garantir que seus níveis sanguíneos de nutrientes importantes na gestação estejam adequados.

Talvez, uma gestante vegana precise de um acompanhamento nutricional especializado, pois seu médico de confiança não está acostumado a lidar com veganismo. Mas não porque ela tenha mais riscos.

Nós sempre escutamos, por exemplo, que a carne vermelha é uma fonte de ferro. E é! Mas isso não significa que uma gestante vegana não pode ter um bom aporte deste nutriente.

O que falta é lhe informarem sobre como fazer isso. É falar sobre a importância do remolho das leguminosas, de comer uma fonte de vitamina C após as principais refeições, de evitar cafeína depois do almoço e jantar… Seria, então, nesse sentido que entraria o acompanhamento nutricional.

De acordo com a Associação Dietética Americana: “uma dieta vegetariana bem planejada que inclui alimentos fortificados e suplementados para que se atinja as recomendações nutricionais é apropriada para todos os estágios da vida, incluindo a gestação, lactação, infância e adolescência”.

É o fim do mito que uma gravidez vegana é perigosa ou arriscada!

Your email address will not be published. Required fields are marked *

(11) 2038-1622 | (11) 99105-2426

Fale Conosco
Conheça nossos produtos!